Escrever para aprender: contributo para a caracterização do contexto português

escrever

por José António Brandão Carvalho

O objectivo deste texto é contribuir para uma reflexão sobre o papel que a escrita, enquanto instrumento de aprendizagem, pode desempenhar no contexto da escola, independentemente do nível de ensino.

Começa-se por fazer um enquadramento teórico no qual, a partir da descrição do processo de escrita e da caracterização de algumas dimensões de uso da linguagem escrita, se evidencia as potencialidades do envolvimento da escrita no nos processos de aquisição, elaboração e expressão do conhecimento.

Posteriormente passa-se à caracterização do contexto português, primeiro através de uma análise do modo como a questão é perspectivada pelos documentos reguladores produzidos no âmbito do Ministério da Educação e depois pela referência a um conjunto de estudos que tomam como objecto o papel da escrita na construção da aprendizagem.

Apesar de focalizados em diferentes aspectos e níveis de ensino e de recorrerem a diferentes metodologias de investigação, estes estudos coincidem em termos de resultados, o que permite de algum modo inferir que, na escola portuguesa, do ensino básico ao superior, o uso da escrita como ferramenta de aprendizagem é ainda pouco frequente.

Fonte.

Advertisements

Sobre Jorge Borges

Professor.
Esta entrada foi publicada em escrever, Formação com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s