Emancipação intelectual e apropriação tecnológica: os antigos somos nós

Os contínuos avanços científicos e tecnológicos acabaram por saturar a nossa capacidade de espanto. Antes de sermos capazes de entender e assimilar um novo avanço vemo-lo superado pelo seguinte. Ao referir-nos às “novas tecnologias”, conceito tão extenso como vago e inexato, esquecemos que o livro que lemos, o lápis com que escrevemos, o papel que usamos sem maior apreço, foram no seu tempo avanços tecnológicos revolucionários. […]

Continuar a ler

Sobre Jorge Borges

Professor.
Esta entrada foi publicada em Educação com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s