Cinco pontos a ter em conta para animar a leitura a partir das redes sociais

As redes sociais converteram-se nos últimos anos numa ferramenta de difusão imprescindível e fazem parte da estratégia de marketing das grandes empresas. Num contexto repleto de informação devemos procurar a forma de atrair a atenção dos nossos seguidores e, por tanto, publicar e manter a timeline, o mural, já não é suficiente: há que nos destacar sobre os demais e conseguir a maior difusão possível.

Bibliotecas e outros agentes que trabalham no fomento da leitura estão a incorporar o “Facebook”, o “Twitter”,  o “Pinterest” e outros media, no seu trabalho quotidiano, para comunicar com o público, formar comunidades à volta da leitura ou dinamizar clubes de leitura.

A partir da nossa experiência com os media sociais selecionámos cinco pontos que aconselhamos a ter presentes:

  1.        Defina os objetivos que quer alcançar e trabalhe em consequência. Dessa forma terá sempre um horizonte que o ajudará a definir o seu trabalho. Não se esqueça de medir o grau de consecução desses objetivos.

  1.        Comunique. A grande vantagem que as redes sociais acrescentam quando comparadas a outras ferramentas de publicação na web é a comunicação… aproveitemo-la! Estabelecer diálogo com os nossos seguidores ajudar-nos-á a conhecê-los melhor.

 

  1.        Ligue-se aos seus seguidores. Isso obrigá-lo-á a estar em constante observação, a conhecer a sua audiência à medida que vai crescendo, a conhecer os seus gostos e interesses. Desta forma terá mais possibilidades de atrair o seu interesse.

 

 

  1.        Seja original. Ofereça ao seu público conteúdos únicos, que não encontre em outro lugar, a sua originalidade pode converter-se no seu grande trunfo, com que marque a diferença. Sempre que utilizar conteúdos de outros, indique as fontes, nomeando a sua procedência.

 

  1.         Não seja solene (…). Crie um ambiente descontraído que propicie a comunicação com os seus seguidores utilizando uma linguagem acessível e direta, especialmente se o seu público não estiver muito bem definido.

 

 

Fonte

Sobre Jorge Borges

Professor.
Esta entrada foi publicada em Educação, Formação, Portefólio pessoal, Recursos, Web. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s