Portugal – Plano Tecnológico para a Educação

Sem comentários.

Intervenção de Rui Grilo em representação do Plano Tecnológico, no evento de 5 de Julho na Escola Sec. de Palmela. Dia do Software Livre na Escola. Assista aqui.

Governo Antecipa Metas do Plano Tecnológico para a Educação – 8 de Junho e 2008

***

Plano Tecnológico da Educação vai custar 400 milhões de euros até 2010
16.08.2007 – 16h18 Lusa, PUBLICO.PT

O Governo aprovou hoje a criação do Plano Tecnológico da Educação, que irá custar 400 milhões de euros e tem como objectivo a modernização tecnológica das escolas dos 2º e 3º ciclos do ensino básico e do secundário.

De acordo com o comunicado do Conselho de Ministros, a coordenação do Plano Tecnológico da Educação — 70 a 85 por cento financiado por fundos comunitários — será feita por um conselho de gestão que irá integrar os dirigentes máximos dos organismos centrais e regionais do Ministério da Educação e outras estruturas ministeriais relevantes para a sua execução.

“Queremos criar condições de igualdade entre todas as escolas”, disse a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, na conferência de imprensa realizada no final da reunião semanal do Conselho de Ministros.

Segundo a ministra da Educação, para além da modernização tecnológica das escolas dos 2º e 3º ciclos do ensino básico e secundário, o plano também dará às escolas a possibilidade de aliviarem a burocracia de alguns actos, como as matrículas, as compras para as cantinas e papelarias, além de “facilitar o contacto entre as escolas e as famílias” e dar melhores condições de segurança.
Quadros interactivos em todas as escolas a partir de Setembro

Já no próximo mês, na abertura do ano lectivo, todas as escolas vão receber quadros interactivos, um computador de suporte e videoprojectores, disse Maria de Lurdes Rodrigues, acrescentando que “o reforço de computadores portáteis também vai continuar”.

Por outro lado, arrancará também a instalação de redes locais que permitam o acesso à Internet em todos os pontos das escolas.

“A partir do final do primeiro trimestre [do próximo ano] esperamos já ter resultados do programa de redes locais. É o programa mais urgente”, considerou a ministra da Educação, referindo que “mais de 65 por cento dos alunos não tem acesso a um computador e à Internet em casa”.

O Programa Tecnológico da Educação — que deverá estar concluído em 2010 — tem como principais objectivos “atingir o rácio de dois alunos por computador com ligação à Internet”, garantir em todas as escolas o acesso à Internet em banda larga, a criação do cartão electrónico para todos os alunos e a disponibilização de endereços electrónicos a todos os alunos e docentes.

Tecnologia, conteúdos e formação

Conforme disse Maria de Lurdes Rodrigues, o Plano Tecnológico da Educação estrutura-se em três eixos de actuação principais: tecnologia, conteúdos e formação.

No eixo da tecnologia, um dos projectos chave a implementar é o “kit tecnológico escola”, que visa dotar todas as escolas de um número adequado de computadores, impressoras, videoprojectores e quadros interactivos.

Ainda no eixo tecnologia está prevista a ligação de todos os computadores das escolas através de banda larga de alta velocidade, a criação de redes locais e a dotação da totalidade das escolas com sistemas de alarme e videovigilância.

No eixo dos conteúdos, um dos projectos chave é o mais-escola.pt, que visa promover “a produção, distribuição e a utilização de conteúdos informáticos nos métodos de ensino”, como por exemplo a criação da sebenta electrónica.

Outros dos projectos deste eixo é a escola Simplex, que tem como objectivo aumentar a eficiência da gestão e comunicação entre os agentes da comunidade educativa, bem como generalizar a utilização de sistemas electrónicos de gestão de processos e de documentação.

Relativamente ao eixo da formação, os projectos chave são “a formação e certificação de competências em Tecnologias da Informação e da Comunicação”, que visa promover a formação dos agentes da comunidade educativa.

Anúncios

Sobre Jorge Borges

Professor.
Esta entrada foi publicada em Brecha Digital, Educação, Formação, Internet, Sociedade da Informação, Software Livre, tecnologia, TIC, Web. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s